sexta-feira, julho 31, 2009

BOBBY ROBSON

.
BOB ROBSON


Sir Robert William Robson (Sacriston, 18 de Fevereiro de 1933 - County Durham, 31 de Julho de 2009), conhecido como Bobby Robson, foi um ex-jogador e ex-treinador de futebol britânico.

Robson foi um dos técnicos mais respeitados do futebol mundial, após uma carreira de jogador que teve passagens por West Bromwich e Fulham, além de 20 partidas pela Inglaterra.

Ele assumiu o pequeno Ipswich Town em 1969 e fez do time candidato a títulos. Conquistou a Copa da Inglaterra em 1978 e, após vencer a Copa Uefa em 1981, assumiu a seleção inglesa no ano seguinte.

Foram oito anos à frente do English Team, que chegou às semifinais da Copa do Mundo de 1990, na Itália, e perdeu a semifinal nos pênaltis contra a Alemanha Ocidental, que seria campeã.

Desde então, dirigiu equipes como PSV, Sporting, Porto, Barcelona e Newcastle, este último de sua terra natal. Seu último trabalho foi como consultor técnico da seleção irlandesa.

Quando treinou o Sporting, fez da equipa leonina uma máquina de jogar futebol, mas foi á, que conheceu a única vez que foi despedido na sua vida de treinador, e ainda por cima por um presidemte - Sousa Cintra, que de futebol só entendia que tinha 2 balizas e quem ganhava era quem metia mais golos...

Um dos seus maiores legados, foi o ter trazido Mourinho para o futebol profissional, primeiro como tradutor,mas logo que entendeu estar al um predestinado colocou-o como preparador físico e tudo sobre futebol lhe ensinou .


Foi condecorado com a Ordem do Império Britânico em 1990 e com o título de cavaleiro em 2002, ambos pelo seu serviço ao futebol. Deu por terminada a sua carreira de treinador em 2004, quando orientava o Newcastle United.

Morreu em 31 de julho de 2009, aos 76 anos, após uma longa batalha contra o câncer nos pulmões que já se extendia desde 1991. O anúncio foi feito por sua família através de um comunicado.

REDAÇÃO DUMALUNO DO 9º.ANO (??)

.
(Texto verídico retirado de uma prova livre de Língua Portuguesa,
realizada por um aluno do 9º ano, numa Escola Secundária das Caldas da
Rainha (para ler, estarrecer e reflectir...!!!))


REDAXÃO

'O PIPOL E A ESCOLA'


Eu axo q os alunos n devem d xumbar qd n vam á escola. Pq o aluno tb tem
Direitos e se n vai á escola latrá os seus motivos pq isto tb é perciso ver
q á razões qd um aluno não vai á escola. Primeiros a peçoa n se sente
motivada pq axa q a escola e a iducação estam uma beca sobre alurizadas.

Valáver, o q é q intereça a um bacano se o quelima de trásosmontes é munto
Montanhoso? Ou se a ecuação é exdruxula ou alcalina? Ou cuantas estrofes tem
um cuadrado? Ou se um angulo é paleolitico ou espongiforme? Hã?

E ópois os setores ainda xutam preguntas parvas tipo cuantos cantos tem 'os
Lesiades''s, q é u m livro xato e q n foi escrevido c/ palavras normais mas
q no aspequeto é como outro qq e só pode ter 4 cantos comós outros, daaaah.


Ás veses o pipol ainda tenta tar cos abanos em on, mas os bitaites dos
profes até dam gomitos e a Malta re-sentesse, outro dia um arrotou q os
jovens n tem abitos de leitura e q a Malta n sabemos ler nem escrever e a
sorte do gimbras foi q ele h-xoce bué da rapido e só o 'garra de lin-chao' é
q conceguiu assertar lhe com um sapato. Atão agora aviamos de ler tudo qt é
livro desde o
Camóes até á idade média e por aí fora, qués ver???

O pipol tem é q aprender cenas q intressam como na minha escola q á um curço
de otelaria e a Malta aprendemos a faser lã pereias e ovos mois e piças de
xicolate q são assim tipo as pecialidades da rejião e ópois pudemos ganhar

REALIZOU-SE ONTEM A CIMEIRA DE BENFICA

.
TEVE LUGAR ONTEM EM
BENFICA O NOSSO EN-
CONTRO MENSAL,DESTA
VEZ EM LISBOA, EM
BENFICA...

....O Mendonça desta vez não marcou presença, as más línguas vermelhuscas que lá estiveram, sugeriram, maldosamente que foi por ser junto ao Estádio da Luz, outros, ainda mais maldosamente, afirmavam que foi por causa do Twente da véspera...

Apesar de ser tempo de férias estiveram e fizeram uma grande bagunça, 25 dos nossos.


Quando estiveram concluidos os trabalhos de pós produção, e as letras da crónica alinhadas e disciplinadas por pontos, virgulas e acentuações, saírá cronica. Por ora fica esta imagem.
.

quinta-feira, julho 30, 2009

GEORGE DABLIÚ BUSH NEW JOB



Este é o novo local de trabalho do Bush, na única empresa que o aceitou como empregado - a TEXAS STREET BEGARS

a CIMEIRA DE JULHO É JÁ HOJE



A esta hora já se nota um aumento na intensidade do transito a caminho do local da Cimeira,no Restaurante Dom João, na Rua Quinta do Charquinho, loja b .

quarta-feira, julho 29, 2009

preliminares

.
Um informático está numa ilha deserta há anos, depois de um naufrágio.
Certo dia avista um ponto brilhante no horizonte e começa a segui-lo
com o olhar.
"Não é um navio", pensa o nosso herói.
E o ponto aproxima-se, aproxima-se.
Não é uma barcaça".
E cada vez o vulto estava mais perto!
"Não é uma jangada!?!..."
E eis que das águas emerge uma Mulher, com fato de mergulho!
Ela dirige-se a ele e pergunta:
- Há quanto tempo não fumas um cigarro?
Há dez anos!
Ela abre um bolso interior do seu fato impermeável e dá-lhe um cigarro.
- Mas que bem que isto me está a saber!
- Há quanto tempo não bebes um whisky?
- Há pelo menos dez anos!!!
- responde o nosso náufrago, ainda meio atarantado.
Então ela abre outro bolso interior, tira uma garrafinha de whisky e dá-lha!
O homem bebe tudo de um trago, ainda descrente com o que lhe estava a
acontecer, mas muito, muito feliz!
Então a Mulher começa a baixar o fecho principal do fato e pergunta-lhe:
- E há quanto tempo é que não te divertes a sério?...
Aí, o nosso homem grita, louco de felicidade:
- EPÁ!!! Tu não me digas que tens aí um portátil?!...

TRANCA WORLD WIDE

.
A TRANCA ATINGE CADA VEZ
MAIS NOVOS ESPAÇOS, E
ULTIMAMENTE TEM VINDO
A CRESCER O NÚMERO DE
ACESSOS DE CIBERNAUTAS
DOS ESTADOS UNIDOS.

Hoje mesmo fomos acessados a partir de SANDWICH, no estado de MASSACHUSSETS, por um cidadão americano que estudou português na universidade e até já frequentou um curso de Verão na Universidade Nova em Lisboa.

"Leio a Tranca todos os dias, e tenho amigos portugueses aqui na minha cidade Sandwich Town que também." diz o nosso leitor Bruce Schweikeirt num email que enviou.

Onde fica Sandwich?



Sandwich, Massachusetts

Location in Barnstable County in Massachusetts
Settled 1637
Incorporated 1639

Sandwich is a town in Barnstable County, Massachusetts, United States. The population was 20,136 at the 2000 census. The Town Hall is located right next to the Dexter Grist Mill, in the historic district of town.

The town motto is "Post tea Naufracia Portus" (Latin: 'after so many shipwrecks a haven'). For more geographic and demographic information on specific parts of the town of Sandwich, please see the articles on East Sandwich, Forestdale, and Sandwich (CDP). The postal ZIP codes for the town are 02537, 02644, and 02563, respectively.

History
.

Sandwich was first settled in 1637 and incorporated in 1639 by colonists who led ten people through the woods with the stated purpose: "To Worship God and to Make cotton." It was settled by a group from Saugus with the permission of the Plymouth Colony. It was named for the seaport of Sandwich, Kent, England. It is the oldest town on Cape Cod.

Sandwich was the site of an early Quaker settlement. However, the settlement was not well-received, as their beliefs clashed with those of the Puritans who founded the town. Many Quakers left the town, either for further settlements along the Cape, or elsewhere, including places like Dartmouth. Early industry revolved around agriculture, with fishing and trading also providing for the town. Later, the town grew a small industrial component along the Scusset River and Old Harbor Creek and its tributaries. Today, most of its industry revolves around tourism.

Deming Jarves founded the Boston & Sandwich Glass Factory in 1825. Sandwich had proximity to a shallow harbor, was a possible canal site, and had local supplies of timber to fuel the glass furnaces. The glass works primarily made lead-based glass, and was known for its use of color. Jarves received several patents for his improvements in glass mold designs and pressing techniques. The factory declined after the American Civil War due to competition from Ohio, Pennsylvania and West Virginia companies that produced less expensive pressed soda-lime glass tableware.

There are several attractions in Sandwich, including Heritage Museums and Gardens, the Wing Fort House, the Sandwich Glass Museum, the Thornton Burgess Museum, Hoxie House (the oldest house on Cape Cod), the Dan'l Webster Inn, and the Dexter Grist Mill, the oldest on Cape Cod. The Sandwich town boardwalk is also popular for tourists. The walkway was destroyed by Hurricane Bob in 1991, but was rebuilt via private donations. Sandwich is home to numerous art galleries, rare book and antique stores. It is also home to a major portion of Otis Air National Guard Base, including half the land the runways are on.

KEIRRISON

.
KEIRISSON É A ULTIMA
CONTRATAÇÃO DO GENFICA
GALÁTICO 2009/10

Já há muito que sigo o futebol no Brasil, os seus campeonatos e jogos da canarinha, e disso dou noticia e comentários no blog

www.blogluso-carioca.blogspot.com

Digo isto para enquadrar a feliz notícia para o Benfica, que acaba de contractar aquele que é para muitos, o melhor jogador da sua geração, o fabuloso KEIRISSON.



Primeiro no Coritiba, onde foi endeusado, depois no Palmeiras, por quem foi campeão, Keirisson é um jogador muito completo, especialista no golo, e eximio executor de penalties.

preliminares

.
Uma viúva rica e solitária decidiu que precisava de ter um homem na sua
vida . Então, publicou um anúncio no qual podia ler-se :
"Viúva rica procura homem para partilhar vida e fortuna. Os requisitos
necessários são os seguintes:
1 - Não me bater ... 2 - Não fugir de mim ... 3 - Ser excelente na cama"..
Durante meses a fio o telefone tocou incessantemente, a campainha não
parava um segundo e recebeu toneladas de cartas. Contudo, nenhum dos
pretendentes se enquadrava nas qualificações exigidas. Porém, um dia, a
campainha tocou novamente. Ela abriu a porta e encontrou um preto, sem
braços nem pernas, deitado no tapete da porta. Perplexa, ela perguntou :
- Quem é você? O que quer?
- Olá! - disse ele. Sou eu o homem dos seus sonhos.
- Ah sim? E porque acha que é?
- Ora - ripostou ele -, não posso bater-lhe, porque não tenho braços,
e não posso fugir de si, porque não tenho pernas.
- Está certo! retorquiu ela
- E o que o faz pensar que é assim tão bom na cama?
Ele respondeu:
- Eu toquei à campainha, não toquei??

terça-feira, julho 28, 2009

ALMOÇO DE 30 DE JULHO

.
PESSOAL, A NOSSA CIMEIRA
DESTE MÊS É JÁ NESTA
QUINTA.



SOSSEGUEM OS LAGARTOS QUE LÁ VÃO ESTAR

Afinal, apesar do Restaurante estar muito perto da tal Catedral, a TRANCA, a editar de Castro Verde, acaba de ser informada que a decoração da sala é em tons de VERDE.

preliminares

.
Depois do Festival de Cerveja da Grã-Bretanha, em Londres, todos os
presidentes das empresas de cerveja saíram para beber um copo.
O presidente da Corona senta-se e pede ao barman:
' - Senhor, quero a melhor cerveja do mundo, a Corona'.
O sujeito da Budweiser diz:
' - Quero a Rainha das Cervejas, a Budweiser '.
O dono da Cors exclama:
' - Quero a única cerveja feita com água das Montanhas Rochosas: a Cors!'.
O dono da skol exclama:
' - Quero a única cerveja feita com água do amazonas: a skol!'.
O director da SAGRES diz:
' - Dá-me uma Coca-Cola '.
Os outros olham para ele e perguntam:
' - Então? Não vais beber uma SAGRES ?'
Ele responde:
' - Se ninguém está a beber cerveja, eu também não bebo...'

mentiras é que não

.

ALMOÇO DO DIA 30 DE JULHO



o NOSSO ENCONTRO DESTE
MÊS É JA DEPOIS DE
AMANHÃ

E à volta da mesa já se começam a juntar os mais indefectíveis.
Algumas vozes se têm levantado contra a pouca distância da mesa em relação ao Estádio da "penosa", alegando o justo receio que lá apareça a "ave Vitória" sedenta de carne...

Já os amigos da águia, preparam-se para sugerir durante o encontro uma deslocação à que eles chamam Catedral, e como ultimamente temos visitado outros, se calhar...!!!

A 28 DE JULHO, nasceu FEUERBACH

.
Ludwig Andreas Feuerbach (Landshut, 28 de julho de 1804 — Rechenberg, Nuremberg, 13 de setembro de 1872) foi um filósofo alemão.


Feuerbach é reconhecido pela teologia humanista e pela influência que o pensamento exerce sobre Karl Marx. Abandona os estudos de Teologia para tornar-se aluno do filósofo Hegel, durante dois anos, em Berlim. Em 1828, passa a estudar ciências naturais em Erlangen e dois anos depois publica anonimamente o primeiro livro, “Pensamentos sobre Morte e Imortalidade”. Nesse trabalho ataca a idéia da imortalidade, sustentando que, após a morte, as qualidades humanas são absorvidas pela natureza. Escreve “Abelardo e Heloísa” (1834), “Piere Bayle” (1838) e “Sobre Filosofia e Cristianismo” (1839). Na primeira parte desta última obra, que influencia Marx, discute a "essência verdadeira ou antropológica da religião". Na segunda parte analisa a "essência falsa ou teológica". De acordo com esta filosofia, a religião é uma forma de alienação que projeta os conceitos do ideal humano em um ser supremo. Ao atacar religiosos ortodoxos entre 1848 e 1849, anos de turbulência política, é considerado um herói por muitos revolucionários. Morre em Rechenberg, na Alemanha. O seu posicionamento filosófico é uma transição entre o Idealismo Alemão, de uma parte e, de outra, o materialismo histórico de Marx e o materialismo cientificista da segunda metade do século XIX. Este posicionamento é caracterizado pela inflexão antropológica que Feuerbach imprime a algumas categorias herdadas de Hegel. Suas principais obras são: Da razão, una, universal, infinita (1828); Pensamentos sobre morte e imortalidade (1830); Sobre a crítica da filosofia positiva (1838); Crítica da filosofia hegeliana (1839); A essência do cristianismo (1841); Sobre a apreciação do escrito “A essência do cristianismo” (1842); Princípios da filosofia do futuro (1843); Teses provisórias para a reforma da filosofia (1843); Lutero como árbitro entre Strauss e Feuerbach (1843); A essência da religião (1846); Fragmentos para a caracterização de meu Curriculum vitae (1846); Preleções sobre a essência da religião (1851) e Teogonia (1857).

Para Feuerbach, a alienação religiosa segue-se dentro de uma teoria teológica buscando a razão e a essência do homem no mundo, mas o homem é essencialmente antropológico na característica humana, pois adquire sentimentos e sensibilidade. É desta forma que Feuerbach observa a alienação decorrente em cada indivíduo que busca uma relação substancial entre Homem e Deus.

O que proporcionou esse pensamento de Feuerbach foi a influência da teoria de Hegel e, mais tarde, a teoria de Marx. Posteriormente, nessas duas linhas de pensamento, uma teórica, a outra prática, Feuerbach busca a formula do Homem vs. Deus vs. Religião.

Portanto, intermediar essas teorias não foi fácil para Feuerbach, pois a Alemanha passava por uma forte mudança cultural; daí a crítica ao pensamento. Dentro desse contexto histórico observa-se a teoria de Feuerbach voltada para a “teoria”, e a teoria de Marx, onde a lógica é a prática. Porém não é a teoria que busca a essência do homem, mas é na prática que os indivíduos se relacionam, afirma Marx mais tarde, com a crítica a Feuerbach.

O homem é aquilo que come
A situação material em que o homem vive é que o cria. Feuerbach nega o conceito de que exista primeiro a idéia e depois a matéria. Para ele a maçã real precede a idéia da maçã. Afirma que deveríamos entender Hegel de cabeça para baixo. Para Feuerbach, Hegel descreve o homem de ponta-cabeça.

entrevistas famosas - JOEL SANTANA , treinador da Africa do Sul

.

EM INGRÊS

segunda-feira, julho 27, 2009

A 27 DE JULHO de 1970, MORREU SALAZAR

.
SALAZAR GOVERNOU PORTUGAL
DURANTE 48 ANOS, FICANDO
LIGADO AO GRANDE ATRASO
A QUE CONDENOU O PAÍS,
AO ENTENDER QUE PORTUGAL
DEVERIA SER UM PAÍS RURAL,
SEM INDUSTRIA, PARA QUE
NÃO FOSSE CRIADA UMA CLASSE
OPERÁRIA COM CONSCIÊNCIA
DE CLASSE ,QUE VIESSE A
PÔR EM CAUSA OS PRESSUPOS-
TOS DO REGIME.



Para a prossecussão do seu designio dotou o regime de um partido único, criou a LEI DO CONDICIONAMENTO INDUSTRIAL (talvez o seu maior crime), e protegeu o seu poder com uma polícia políca ,a PIDE, que tanta gente liquidou.

O princípio do fim de Salazar começou a 3 de Agosto de 1968, no Forte de Santo António, no Estoril. A queda de uma cadeira de lona, deixada em segredo primeiro, acabou por ditar o seu afastamento do Governo.

António de Oliveira Salazar preparava-se para ser tratado pelo calista Hilário, quando se deixou cair para uma cadeira de lona. Com o peso, a cadeira cedeu e o chefe do Governo caiu com violência, sofrendo uma pancada na cabeça, nas lajes do terraço do forte onde anualmente passava as férias, acompanhado pela governanta D. Maria de Jesus. Levantou-se atordoado, queixou-se de dores no corpo, mas pediu segredo sobre a queda e não quis que fossem chamados médicos, segundo conta Franco Nogueira. Outra testemunha, o barbeiro Manuel Marques, contraria esta tese. Segundo ele, Salazar não caiu na cadeira, que estava fora do lugar, mas tombou no chão desamparado. Ainda outra testemunha diz que Salazar não caiu de uma cadeira, e sim de uma banheira, testemunha essa que acompanhou Salazar da casa de banho até ao quarto no dia do sucedido.

A vida de António Oliveira Salazar prosseguiu normalmente e só três dias depois é que o médico do Presidente do Conselho, Eduardo Coelho, soube do sucedido. Só 16 dias depois, a 4 de Setembro, Salazar admite que se sente doente: «Não sei o que tenho». A 6 de Setembro, à noite, sai um carro de São Bento. Com o médico, Salazar e, no lugar da frente, o director da PIDE, Silva Pais. Salazar é internado no Hospital de São José e os médicos não se entendem quanto ao diagnóstico - hematoma intracraniano ou trombose cerebral -, mas concordam que é preciso operar, o que acontece a 7 de Setembro. Foi afastado do Governo em 1968 após ser vitimado por um hematoma craneano, que lhe causou danos cerebrais graves, após a queda, quando passava férias no forte de S. António do Estoril.

Segundo o seu barbeiro pessoal, Salazar costumava ser distraído e tinha o hábito de «saltar para as cadeiras». Nesse dia, preparando-se para ler o jornal, caiu onde habitualmente estava uma cadeira, mas que nesse dia tinha sido movida.[8] Américo Tomás então Presidente da República chamou, então, a 27 de Setembro de 1968, Marcello Caetano para substituir Salazar. Até morrer, em 1970, continuou a receber visitas como se fosse ainda Presidente do Conselho, nunca manifestando sequer a suspeita de que já o não era - no que não era contrariado pelos que o rodeavam.

Biografia cronológica
1889: Nasce em Vimieiro, Santa Comba Dão.
1914: Em Coimbra, conclui o curso de Direito.
1918: Professor de Ciência Económica.
1926: Após o golpe de 28 de Maio é convidado para Ministro das Finanças; ao fim de 13 dias renuncia ao cargo.
1928: É novamente convidado para Ministro das Finanças; nunca mais abandonará o poder.
1930: Nasce a União Nacional.
1932: Presidente do Conselho de Ministros.
1933: É plebiscitada uma nova constituição que dá início ao Estado Novo. Fim da ditadura militar.
1936: Na Guerra Civil de Espanha apoia Franco;apoia Hitler cria a Legião Portuguesa e a Mocidade Portuguesa (cópia da Juventude Hitleriana); abre as colónias penais do Tarrafal e de Peniche para presos políicos
1937: Escapa a um atentado dos movimentos oposicionistas ligados aos anarco sindicalistas
1939: Iniciada a Segunda Guerra Mundial, Salazar conseguirá manter a neutralidade do país.
1940: Exposição do Mundo Português.
1943: Cede aos Aliados uma base militar nos Açores.
1945: A PIDE substitui a PVDE.
1949: Contra Norton de Matos, Carmona é reeleito Presidente da República; Portugal é admitido como membro da NATO.
1951: Contra Quintão Meireles, Craveiro Lopes é eleito Presidente da República.
1958: Contra Humberto Delgado, Américo Tomás é eleito Presidente da República numa eleição fraudulenta; o Bispo do Porto, António Ferreira Gomes critica a política salazarista
1961: 22/01, ataque ao navio Santa Maria por anti-salazaristas, que se asilam no Brasil logo após a posse de Janio Quadros; 04/02, assalto às prisões de Luanda; 11/03, tentativa de golpe de Botelho Moniz; 21/04, resolução da ONU condenando a política africana de Portugal; 19/12, a União Indiana invade Goa, Damão e Diu; 31 de dezembro de 1961 para 1 de janeiro de 1962, revolta de Beja.
1963: O PAIGC abre nova frente de batalha na Guiné.
1964: A FRELIMO inicia a luta pela independência, em Moçambique.
1965: Crise académica; a sua policia politica PIDE assassina Humberto Delgado.
1966: Salazar inaugura a ponte sobre o Tejo.
1968: Na sequência de um acidente (queda de uma cadeira), Salazar fica fisicamente incapacitado para governar.
1970: Morte de Salazar.

domingo, julho 26, 2009

preliminares

.
O guarda vê um homem estacionando seu carro em local proibido e pede:
- Tire o carro e pare em outro lugar! Não está a ver a placa de "proibido estacionar"?
- Estou - responde o motorista.
- E então?
- E então? Então vá tomar banho!
O guarda algema o indivíduo sem mais nem menos e o leva até à esquadra:
- Olha que engraçadinho, chefe. Mandei -lhe tirar o carro de um local proibido e ele mandou-me tomar banho!
- Ah, é? - diz o delegado com ironia - E eu? Para onde me vai mandar?
- Você? eu vou mandá-loapanhar no cu! - diz o homem.
O delegado fica muito zangado, dá-lhe uma chapada na cara e diz ao ajudante:
- Leva -o lá para o fundo e dependura o filho da puta no pau-de-arara.
O ajudante leva o homem até uma salinha e pendura-o de cabeça para baixo, a carteira do homem cai do bolso aberta no chão: "JUIZ FEDERAL"!
A correr, o guarda volta à sala do chefe e diz:
- Chefe: o homem é JUIZ FEDERAL!
- JUIZ FEDERAL? Puta que pariu! E agora? O que vamos fazer?
- Bem... eu vou tomar o meu banho...

VIRUS "CAGUFA"

.

EM PORTUGAL A GRIPE PASSOU A DENOMINAR-SE "GRIPE DA CAGUFA" ou "gardens afraid"

sábado, julho 25, 2009

A 25 DE julho, ,nasceu ELIAS CANETTI, nobel de literatura 1981

.
Elias Canetti

.Elias Canetti (Ruse, 25 de julho de 1905 — Zurique, 14 de agosto de 1994) foi um escritor e ensaísta de nacionalidade turca e britânica que escrevia em alemão.
e Recebido o Prêmio Nobel de Literatura de 1981.
Biografia
Elias Canetti nasceu em 25 de julho de 1905 em Rustchuk (hoje Ruse), na margem sul do Danúbio, na Bulgária, na fronteira com a Romênia. Seus pais, Jacques Elias (Elieser) Canetti e Mathilde Arditti, originam-se de famílias ricas de comerciantes judeus Sefarditas.

A primeira língua que ele falou em família foi o espanhol dos sefarditas, o ladino.

Depois que a Bulgária obteve sua independência total do Império Otomano em 1908, Canetti conservou a nacionalidade turca. Dois irmãos nasceriam em 1909 e 1911, respectivamente Nissim e Georg.

Estabeleceu-se em Viena, na Áustria, em 1913, mas em sua juventude viveu também em Manchester, Zurique e Frankfurt am Main.

Em 1929, graduou-se em Química. Teve como modelo, no âmbito da literatura e da crítica da linguagem, o escritor e ensaísta austríaco Karl Kraus. Em 1934, casou-se com Veza Canetti. Emigrou em 1938, e passou a viver em Londres a partir de 1939, recebendo a nacionalidade britânica em 1952.

Sua primeira obra literária foi o romance Die Blendung (Auto de Fé) (1935). Os dramas Hochzeit (O Casamento) (1932), Komödie der Eitelkeit (Comédia da vaidade) (1950) e Die Befristeten (Os que têm a hora marcada) (1964) desmascaram o rosto de uma sociedade profundamente corrompida. Colocou o fundamento teórico de sua obra no ensaio Massas e Poder (Masse und Macht) (1960), que põe em relevo o significado fundamental dessa fenomenologia para a realidade política. Suas obras posteriores - Die gerettete Zunge (A Lingua Absolvida), 1977; Die Fackel im Ohr (Uma luz em meu ouvido), 1980; Das Augenspiel (O Jogo Dos Olhos), 1985 - tecem comentários e interpretam uma história de vida e trabalho muito singulares.

Prêmios
Recebeu o Grande Prêmio Estatal Austríaco de 1967, bem como o Prêmio Georg Büchner de 1972 e a Condecoração Austríaca de Ciência e Arte de 1972. Também foi ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 1981.

Outras obras
Die Stimmen von Marrakesch, 1968;
Der andere Prozess, 1969;
Die Provinz des Menschen, 1973;
Der Ohrenzeuge, 1974;
Das Gewissen der Worte, 1975;
Das Geheimherz der Uhr, 1987;
Unruhe der Gezeiten, 1989;
Die Fliegenpein, 1992.

sexta-feira, julho 24, 2009

NEM TUDO O QUE PARECE ,É

.

a 24 de Julho, nasceu SIMÃO BOLIVAR

.
Simón Bolívar

Simón José Antonio de la Santísima Trinidad Bolívar Palacios y Blanco (Caracas, 24 de Julho de 1783 — Santa Marta, 17 de Dezembro de 1830) foi um militar venezuelano e líder revolucionário responsável pela independência de vários territórios da América Espanhola. Foi importantíssimo personagem na história da América Latina.


Aristocrata de origem basca. Era filho de Juan Vicente Bolívar y Ponte e de María de la Concepción Palacios y Blanco. Teve quatro irmãos.

O pai de Simón faleceu quando este tinha apenas três anos, em 1786; Sua mãe morre em 6 de julho de 1792. O menino foi então levado para a casa do avô materno, e, depois da morte deste, para a casa do tio, Carlos Palacios.

Aos doze anos Simón fugiu da casa do tio para a casa de sua irmã María Antonia, por quem sentia uma maior ligação afectiva. Em consequência do seu ato passou alguns meses na casa do pedagogo Simón Rodríguez, por quem foi muito influenciado e com quem manteve uma relação de amizade até o fim dos seus dias. Teve ainda outros tutores, entre os quais o humanista Andrés Bello.

Em Janeiro de 1797 ingressou como cadete no Batalhão de Milícias de Blancos de los Valles de Aragua (do qual o seu pai tinha sido Coronel), onde se destacou pelo seu desempenho.

Em 1799 viajou para a Espanha com o propósito de aprofundar os seus estudos. Em Madrid ampliou os seus conhecimentos de História, Literatura, Matemática e aprendeu a Língua francesa. Na capital espanhola casou-se com María Teresa Rodríguez del Toro y Alaysa (26 de Maio de 1802) mas, de regresso à Venezuela, María veio a falecer de febre amarela (1803). Bolívar voltou à Europa em 1804, passando de novo pela Espanha antes de fixar residência em Paris

Início dos ideais
Na França participou da vida cultural e científica, travando amizade com os naturalistas e exploradores Alexander von Humboldt e Aimé Bonpland. Reencontrou o seu tutor Símon Rodríguez, com quem viajou até a Itália em Abril de 1805.

No dia 14 de Agosto de 1805, no Monte Sacro, em Roma, Simón Bolívar proclamou diante de Simón Rodríguez e do seu amigo Francisco Rodríguez del Toro que não descansaria enquanto não libertasse toda a América do domínio espanhol (Juramento do Monte Sacro). O local tinha grande valor simbólico uma vez que havia sido palco do protesto dos plebeus contra os aristocratas na Roma Antiga. Ainda na Itália escalou o Vesúvio na companhia de Humboldt e do físico Louis Joseph Gay-Lussac. De regresso a Paris ingressou na Maçonaria.

Em meados de 1806, Bolívar tomou conhecimento dos primeiros movimentos em favor da independência da Venezuela, protagonizados pelo general Francisco Miranda, decidindo que chegara a ocasião de retornar ao seu país natal.

Em Janeiro de 1807 foi para Charleston nos Estados Unidos da América, vindo a visitar diversas cidades naquele país, como Washington, DC, Filadélfia, Boston e Nova Iorque.

O Libertador
Bolívar retornou para a Venezuela ainda em 1807 e, quando Napoleão Bonaparte tornou seu irmão José Bonaparte, rei de Espanha e das suas colónias em 1808, passou a participar nas Juntas de resistência na América Espanhola.

A Junta de Caracas declarou a independência em 1810, e Bolívar foi enviado para a Inglaterra numa missão diplomática.

De volta à Venezuela em 1811, em Julho de 1812, o líder da Junta, Francisco de Miranda, rendeu-se às forças espanholas e Bolívar foi obrigado a fugir para Cartagena das Índias, onde redigiu o Manifesto de Cartagena.

Em 1813 liderou a invasão da Venezuela, entrando em Mérida em 23 de Maio, sendo proclamado El Libertador ("libertador"). Caracas foi reconquistada a 6 de Agosto, sendo proclamada a Segunda República Venezuelana. Bolívar passou então a comandar as forças nacionalistas da Colômbia, capturando Bogotá em 1814. Entretanto, após alguns revezes militares, Bolívar foi obrigado a fugir, em 1815, para a Jamaica onde pediu ajuda ao líder Haitiano Alexander Sabes Petión. Aqui redigiu a Carta da Jamaica.

Em 1816, concedida essa ajuda, Bolívar regressou ao combate, desembarcando na Venezuela e capturando Angostura (atual Ciudad Bolívar).

Durante a libertação de Quito apaixona-se pela revolucionária Manuela Sáenz, de quem tornou-se amante, valendo a ela o epíteto de Libertadora do Libertador. Em 1828 ela o salva de ser assassinado.[1]

O Integrador
Em 1826, Bolívar tentou promover uma integração continental ao convocar o Congresso do Panamá. Compareceram apenas os representantes dos governos do México, da Federação Centro-Americana, da Grã-Colômbia (Colômbia, Equador e Venezuela) e do Peru. Era o princípio das Conferências Pan-americanas.

Seus ideais
"O novo mundo deve estar constituído por nações livres e independentes, unidas entre si por um corpo de leis em comum que regulem seus relacionamentos externos" . Nessa frase dita por Simón Bolívar pode-se ter uma idéia de que ele era um homem à frente de seu tempo, de idéias revolucionárias. Em poucas palavras ele exterioriza diversas intenções e objetivos. Analisando-se a frase por partes, observa-se a intenção de:

Nações livres, sem o comando das metrópoles da época
Independentes, tanto politicamente como economicamente
União dos povos, tanto com objetivo de formar blocos, sejam políticos ou econômicos, como para discutir problemas de ordem mundial.
Começando pela idéia de "nações livres". Provavelmente era na época, o objetivo mais importante, pois sem a liberdade, não seria possível a conquista dos outros objetivos. E para isso, Bolívar não foi só um idealizador, e sim, um verdadeiro guerreiro, enfrentando as mais diversas batalhas. Mas ele não estava sozinho nessa luta, os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade haviam se enraizado nos povos latino-americanos, pois o que se viu não foi uma luta isolada de Simón e seus fiéis seguidores. Foram lutas por toda a América Latina, onde cada região teve o seu "libertador", como era chamado Simón.

Na questão de independência, Bolívar via como necessário não só uma nação independente, mas também democrática: "Somente a democracia, no meu conceito, é suscetível de uma liberdade absoluta" vinculando a idéia de um governo democrático, além do fato também, de ver a necessidade de que se tenha um projeto econômico.

Na terceira parte, ele propõe a união dos povos entre si "por um corpo de leis em comum que regulem seus relacionamentos externos". É mais nessa terceira parte que se pauta este trabalho, pois tais leis em comum seriam o Tratado de União, Liga e Confederação Perpétua, assinado no Congresso do Panamá.

Enfim, Bolívar procurava não só constituir um grupo de nações livres e independentes, mas também juntar uma nas outras, uma vez emancipadas, com os vínculos de solidariedade mais perfeita que se tornasse uma grande família sob o direito e a democracia, sendo a liberdade e a união a força motriz de seus projetos, sonhos e realizações.

Simón Bolivar também foi um grande defensor da separação dos poderes temporal e espiritual (Estado e religião), posição essa fortemente influenciada pelos princípios maçônicos do qual era integrante ao lado de outros libertadores americanos, como Miranda, Santa Cruz e San Martín, conforme depreende-se do manifesto que lançou em 1924/1925, perante o Congresso Constituinte da Bolívia, onde conclamou:

Legisladores! Farei agora menção de um artigo que, segundo a minha consciência, devia omitir. Numa Constituição política não deverá prescrever-se uma profissão religiosa, porque segundo as melhores doutrinas sobre as leis fundamentais estas são as garantias dos direitos políticos e civis, mas a religião não se integra em nenhum destes direitos, é de natureza indefinível na ordem social e pertence à moral intelectual. A religião governa o homem em casa, no gabinete, dentro de si próprio: ela apenas tem o direito de examinar a sua consciência íntima. As leis, pelo contrário, têm em vista a superfície das coisas: governam fora da casa dos cidadãos. Aplicando estas considerações, poderá um Estado reger a canso ciência dos seus súbditos, velar pelo cumprimento das leis religiosas e atribuir prêmio ou castigo, quando os tribunas estão no céu e quando Deus é o juiz? Só a Inquisição seria capaz de substituí-los neste mundo. Voltará ainda 'a -Inquisição com os seus archotes incendiários?
A religião é a lei da consciência. Toda a lei sobre ela a anula, porque impondo a necessidade tira mérito à fé, que é a base da religião. Os preceitos e dogmas sagrados são úteis, luminosos e de evidência metafísica; todos devemos professá-los, mas este dever é moral, não é político.

A morte
Simón Bolívar faleceu vítima de tuberculose, solitário, em um casebre em Santa Marta (Colômbia), onde vivia desde que havia se demitido de Bogotá.

quinta-feira, julho 23, 2009

preliminares

.
Um homem entra no salão e pergunta 'quanto tempo até chegar a minha vez?'
O barbeiro olha em volta do seu salão e responde ' mais ou menos 2 horas'. O homem sai.
Passam alguns dias, e o mesmo homem volta e pergunta 'quanto tempo até chegar a minha vez?'
O barbeiro olha em volta do seu salão e responde 'mais ou menos 3 horas'. O homem sai.
Passa uma semana, e o mesmo homem entra e pergunta de novo 'quanto tempo até chegar a minha vez?'
O barbeiro olha em sua volta e responde 'mais ou menos 1 hora e meia'. O homem sai.
O barbeiro vira-se para o seu amigo e diz ' Oh Paulo, faz-me só um favor. Segue aquele homem e vé para aonde ele vai.
O gajo sempre que entra aqui, pergunta quanto tempo até a sua vez, mas nunca volta.'
Uns minutos depois, Paulo regressa ao salão a matar-se de rir histericamente.
O barbeiro curioso pergunta 'então, aonde é que ele vai depois daqui?
Paulo levanta a cara, enxuga as lágrimas de gargalhadas da sua cara e responde:
..............'depois daqui ele vai pra tua casa'.

virus alert

.
Pessoal
Está a circular na internet uma nova fraude: Roubam teu endereço
Hotmail, mudam a senha e, através do messenger e e-mail entram em contato
com todos os teus amigos, obviamente fazendo-se passar por yi. Alterando, a senha tu não terá como entrar nas suas mensagens para alertar os seus contatos.
Avikso sério - NÃO ACEITEM o contacto Sonia_cabrilis de Hotmail, porque é um virus que formata seu computador, e, se for aceito, por algum contato teu, automaticamente tu estarás infectado!

Como se não bastasse, vocêtu podes receber um e-mail Power Point chamado
'la vida es bella' ('la vita è bella') que aparentemente é inofensivo, mas,
NÃO ABRAS DE MANEIRA NENHUMA E CANCELA-O IMEDIATAMENTE!!!! Se esse
arquivo for aberto, Teu monitor mostrará uma mensagem que diz :'já é tarde demais, a vida não é mais bela!'. Em seguida perderáS tudo o que tiveres no computador e o remetente da mensagem terá acesso ao teu computador em teu lugar; acessará teu e-mail e tudo o mais!
Esse é um novo vírus
que começou a circular na rede sábado passado. Temos de fazer DE TUDO para
bloquear este novo vírus!
A UOL já confirmou sua periculosidade e os software antivírus não conseguem detê-lo. O vírus foi criado por um hacker que se auto-define o 'dono da vida', e o seu objetivo é o de destruir os computadores domésticos
para lutar contra a Microsoft; por isso usa a extensão . pps.

ALMOÇO DO DIA 30 DE JULHO

.
ESTE MÊS O NOSSO ENCONTRO VAI
TER LUGAR NO ESTAURANTE D.JOÃO
EM LISBOA.


Da Dina, nossa directora de eventos, recebi este email a mostrar os detalhes:

"Espero que estejam todos preparados para o nosso almoço de de dia 30. Aqui envio o mapa do local. Vão ter de aumentar para enxergarem melhor. De qualquer modo, vou dar umas dicas. A estação de metro é Colégio Militar , a mesma que serve o Centro Comercial Colombo e o estádio do Benfica. Quem não quiser fazer a pé o percurso do metro ao restaurante poderá tomar o autocarro para o cemitério de Benfica que passa em frente ao Colombo e descer na primeira paragem. O D. João , assim se chama o local do evento, fica no prédio de cor amarela junto a um parque de estacionamento por trás da paragem, na Rua da Quinta do Charquinho. Caso tenham alguma dúvida é só ligarem para o meu telelé - 967397958 - 913733249

(CLICA PARA AUMNTAR)
O almoço ficará por € 15 , entradas , prato ( lombinhos de porco recheados com bacon e tâmaras, vinhos branco e tinto, água, sobremesa e café.
Agradeço me confirmem vossa ida até ao próximo domingo à noite. Mesmo os que já disseram que sim voltem a fazê-lo pois perdi uns nomes.

Beijões
Dina"

CALMA!!! É SÓ UMA ÁRVORE

.

MAS COMO DIRIA AQUELE PASTÔR QUE...."UM HOMEM NÃO É DE PAU".....OOOPS

eles disseram

.
Tudo o que Mourinho sabe aprendeu com Mozer no Benfica
(Leonor Pinhão)
.
Nem Benfica, nem Sporting oferecem tantas perspecticas de valorização a um jogador como o F.C.do Porto oferece.No Dragão, até um cepo se consegue transformar num bom jogador.
(MIGUEL SOUSA TAVARES)
.
Paulo Bento diz que os jogadores que não mudarem a mentalidade...ficarão de fóra contra o Twente...alinhar com menos de onze elementos em campo é capaz de ser um bocado chato...
(BARBA & CABELO - A BOLA)

quarta-feira, julho 22, 2009

actualidade

.

NOITES EM SANTIAGO, EM ENTRADAS, CASTRO VERDE

.
A TRANCA RECOMENDA UM SALTO
A ESTA LINDA LOCALIDADE

DE ENTRADAS, A CERCA DE
8 KM DE CASTRO VERDE.



Há já muitos companheiros que conhecem esta linda terra alentejana, pois foi aqui que se realizou o nosso encontro mensal do mês de Abril deste ano.

Pois, em Entradas, vai haver festa este fim de semana, com inumeras actividades intessantes.


Além de mais, Entradas é conhecida pelos bons restaurantes, onde se come do melhor que a cozinha alentejana pode oferecer.

En termos de programa das festas podem ir ao blogue:

www.casa-das-primas.blogspot.com

que contêm todos o programa.

A TRANCA vai lá estar, apareçam.

terça-feira, julho 21, 2009

actualidade

.

a 21 de Julho nasceu NUNO MARKL

.


HOJE É O DIA EM QUE o NUNO MARKL
ATINGE O 38ºANO DA SUA VIDA, QUE
GRANDE MALUCO.

Nuno Frederico Correia da Silva Lobato Markl (n. Lisboa, a 21 de Julho de 1971) é um humorista, escritor, locutor de rádio, apresentador de televisão, cartonista e argumentista português. Começou a ser conhecido pelas suas crónicas de notícias bizarras, O Homem que Mordeu o Cão, que geraram além da rubrica na rádio, três livros, um programa de televisão e uma digressão nacional com o espectáculo ao vivo. Mais recentemente, tem uma rubrica na Antena 3 baseada nas suas experiências quotidianas, Há Vida em Markl, complementada por um blog e cartoons no suplemento satírico O Inimigo Público do jornal Público . É também um dos actores da série cómica, Os contemporâneos, exibida na RTP.

Vida pessoal
Naceu em Lisboa, a 21 de Julho de 1971, filho de Dagoberto Markl, historiador de arte estudioso dos Painéis de São Vicente. A sua irmã Ana é jornalista no semanário Sol e trabalhou em publicações como Blitz ou Notícias Magazine.

Tem lá em casa um puto muito giro nascido no passado mês de Junho, dia 7 e uma companheira fantástica que se chama Ana Galvão.

Aos dois tenho vino a ter o privilégio de os ouvir diaramente na Antena 3, e tanto me ajudaram durante anos a atravessar a Ponte 25 de Abril, às 7 e tal da madrugada, metido em engarrafamentos momumentais.

Em 1990, Nuno Markl ingressou no CENJOR, com o desejo de entrar no mundo da rádio. Depois de terminar o curso estagiou, como jornalista, no Correio da Manhã Rádio.

Passou depois para a Rádio Comercial onde começou por fazer o "remake" dos episódios antigos da Saga do Abílio Murtaça (iniciada na estação anterior).

Em 1996, Nuno Markl fez dois programas na mesma estação, o "Sete e um" (diário) e o "Dois em um". Foi neste último programa que conheceu Anabela, com quem veio mais tarde a casar.

Com a mudança de direcção na Rádio Comercial, Markl passa em 1997 para o Programa da Manhã com Pedro Ribeiro, Ana Lamy e José Carlos Malato, onde inicia a rubrica "O Homem que Mordeu o Cão" que teve bastante sucesso.

Em 2001, Ana Lamy e José Carlos Malato saíram, sendo substituídos por Maria de Vasconcelos. No mesmo ano, Nuno Markl, acompanhado de Rita Mendes e Gaspar Borges, teve a sua primeira experiência como apresentador de televisão, com "Sem Filtro", na RTP1. Pouco tempo depois sai da RTP e vai para a SIC Radical como comentador de cinema, ao lado de Rui Pedro Tendinha, no programa Curto Circuito.

Em 2002 inicia um novo projecto, "CineXL", um programa sobre cinema na SIC Radical, com Fernando Alvim.

Em 2002 foi editado um livro com as melhores histórias de O Homem que Mordeu o Cão. Houve ainda a produção de um espectáculo "O Homem que Mordeu O Cão ao Vivo". 'Nuno Markl, Pedro Ribeiro e Maria de Vasconcelos que depois passou a programa de TV, passando a ser transmitido na TVI. Novos livros foram publicados em 2003 e 2005.

Em 2003, com nova mudança de Direcção na Rádio Comercial passam para a Best Rock FM. Na SIC Radical apresenta os programas "O Perfeito Anormal", com Fernando Alvim, e "O Homem da Conspiração". Foi n'"O Perfeito Anormal" que Nuno Markl deu a conhecer os seus amigos e colegas do Gato Fedorento.

Mudou-se para a rádio Antena 3, apresentando no programa da manhã a rubrica Há vida em Markl, que era baseada numa tira de BD que Markl desenhava semanalmente para o Inimigo Público. A saga HVEM passou também para pequenos episódios online (Webisódios) e ainda teve direito ao piloto de uma série com o mesmo nome, piloto este que nunca foi exibido publicamente. Foi ainda autor da rádionovela Perdidos no Éter, protagonizada por Ricardo Sérgio, Ana Lamy e António Macedo.

Na Antena 3, teve ainda a rubrica O Livro dos Porquês e a rubrica Laboratolarilolela. É júri do programa "Operação Triunfo". Na antena 3 apresenta o programa Nuno & Nando (com Fernando Alvim). A sua mais recente rubrica (que substitui O Livro dos Porquês e Há Vida em Markl) chama-se Coisas que Acontecem.


Produções Ficticias
Foi convidado por Nuno Artur Silva a entrar nas Produções Fictícias onde se juntou a uma equipa composta, na altura, por Nuno Artur Silva, Miguel Viterbo e José de Pina - Maria João Cruz, Filipe Homem Fonseca, entre outros.

Fizeram os guiões de programas como Herman Zap, Contra-Informação, Herman Enciclopédia, Herman 98, Herman 99, Herman SIC, Não és homem, não és nada!, Conversa da Treta, Paraíso Filmes, O Maravilhoso destino de Diácono Remédios, O Programa da Mariae Contemporâneos.

segunda-feira, julho 20, 2009

SEQUÊNCIA

,
A TRANCA CHAMA A
ATENÇÃ0


ÀS QUATRO HORAS , CINCO MINUTOS E SEIS SEGUNDOS
DO DIA 7 DE AGOSTO DESTE ANO,
O TEMPO E A HORA SERÃO :

04:05:06 07/08/09

ESTA SEQUÊNCIA SÓ ACONTECERÁ DE NOVO DAQUI A 1.000 ANOS._._,___

FAZ HOJE 40 ANOS, QUE AMSTRONG PISOU A LUA

.


Foi há 40 anos.
20 de Julho de 1969.

O RC - Controle Central de Reservas ,da TAP, tinha sido criado em Janeiro desse ano.
Assisti na televisão a preto e branco, a 10 dias de deixar o serviço militar.
Salazar tinha caído da cadeira no ano anterior, estávamos em plena "Primavera" Marcelista, a Pide agora chamava-se DGS, e o regime "autorizava" um grupo de jovens deputados não-salazaristas a entrar no Parlamento, desde que não pusesem em causa a soberania de Portugal nas então Colónias. Sá Carneiro,Balsemão eram considerados de "esquerda" e vigiados pela DGS-Pide.
Nos States era presidente John Kennedy.
No RC o chefe era Patricio Mendes, o sub António Curado.
Jos+e Socrates tinha então 11 anos, Portas era um fedelho de 6 anos, e a Manela ,embora parecesse mais velha tinha só 28 anitos...

CAPA DA TRANCA 25


CAPA DA TRANCA 25, DE AUTORIA DO MÁRIO FILIPE

ELES DISSERAM

.
Não sei se Portugal é governável. A opinião que verdadeiramente me interessa é a dos meus leitores
(MIGUEL SOUSA TAVARES)
.

É melhor ser rico e saudável que pobre e doente
(DAVE BARRY)
.
Este programa do Pacheco Pereira na SIC é uma autêntica confissão do próprio que é mesma a tal loura do PSD ,de que fala o Luis Filipe Menezes
(SAMUEL CHAVES)

OS MONTY PYTHON NO FUNERAL DE GRAHAM CHAPMAN

.


ESTE VÍDEO MOSTRA UMA SITUAÇÃO
REAL, E DUMA ENORME GRANDEZA
DE ESPIRITO

Os Monthy Pyton acompanharam o seu colega e amigo Graham Chapman na cerimónia do seu

funeral, e fizeram-no da maneirra notável que se pode vê no filme. Como o Graham gostaria de ser acompanhado.

Isto faz-me recordar um funeral a que nós, um grupo de companheiros do RC,comparecemos(que me lembre, estava o Canelas, eu, o Soares, o Franklim o Vitorino Duarte), o do pai do nosso colega de então o Vitor Sequeira, (ele também agora já falecido) .

Procurámos a igreja que não conheciamos, e que fica, nas proximidades do Museu de Arte Antiga.

Levávamos então uma coroa de flores colectiva, e à chegada, constatámos que haviam 2 capelas mortuárias e que ambas se encontravam com um caixão em câmara ardente.
Como o nosso colega Vitor Sequeira ainda não tinha chegado, o Canelas decidiu colocar a corôa numa das capelas.

Enquanto esperávamos decidimos que iriamos fazer com que o Vitor sentisse o menos possivel a morte do pai, e que o iramos animar, recorrendo mesmo às brincadeiras que com ele costumávamos ter.

Quando ele chegou constatámos que tínhamos colocado a coroa na capela errada, e logo o Canelas enfrentou a situação ,entrando de rompante na capela enquanto ia dizendo.
-"Os senhores desculpem, mas esta corôa não era para este morto, mas sim para o morto aqui do lado", pegou a coroa e levou-a...

Conseguimos levar o Vitor a jantar num snack ali perto, e quando voltámos à capela ,ele já chorava, mas a rir, das pantominas do pessoal, confessando:
-"Não sei se isto está bem, mas vocês, que não se portam bem em parte nenhuma, conseguiram animar-me, e afinal, o meu pai se no está a vêr ,decerto, estará arir e agradecido a vocês".

Já na capela, e ao longo da noite, as pessoas presentes no velório estranhvam que muitos os que chegavam, entravam a correr desiquilibrados na capela. É que o Canelas, estava encostado à porta ,meio na penumbra, as pessoas ao chegar Àquela zona escura, eram por ele avisadas:
-"Cuidado com o degrau".
As pessoas, levantavam a perna para descer, e,....não havia degrau...

GENTE NOSSA ANDANDO POR AÍ

preliminares

.
> Um casal foi passar a lua de mel a Cuba, e enquanto passeavam em
> Havana encontraram uma casa de espectáculos pornográficos, cujo
> letreiro anunciava:
> 'HOY, EL FABULOSO THEODORO!'
> Entraram e o espectáculo começou com Theodoro, 39 anos, numa cama com
> uma loira, uma morena e uma ruiva, que ele traçou uma a uma... e
> repetiu!
> As mulheres, exaustas, deixaram o palco enquanto Theodoro agradecia ao
> público que o aplaudiu efusivamente de pé.
> Sob o rufar de tambores, uma mesa com três nozes foi colocada no palco.
> Theodoro quebrou as três pequenas nozes com o pénis erecto, com
> pancadas precisas.
> O público foi à loucura e aplaudiu de pé mais de cinco minutos!
> Vinte e cinco anos depois, para recordar os velhos tempos, o casal
> decidiu comemorar as bodas de prata no mesmo local da lua de mel.
> Passearam pelos mesmos sítios e diante da mesma casa de espectáculos
> viram, surpreendidos, o cartaz:
> 'HOY, EL FABULOSOTHEODORO!'
> Entraram e no palco viram Theodoro - enrugadinho, cabelos brancos, a
> traçar outras três mulheres com a mesma força. Parecia inacreditável!
> Quando os tambores começaram a rufar, a mesa, agora com três cocos,
> foi colocada no palco e ele quebrou-os com a mesma precisão.
> Boquiaberto, o casal foi ao camarim cumprimentar pessoalmente o
> FABULOSO THEODORO e perguntaram o motivo da mudança das nozes para
> cocos.
> O fabuloso Theodoro respondeu:
> - A velhice é uma merda! A vista está fraca e eu tenho dificuldade em
> acertar nas nozes!

domingo, julho 19, 2009

NOVO PRINCIPADO DA PONTINHA

.


Do Funchal o novo Ministro das Relações Externas do Principado da Pontinha, o chancelar Luis Cardoso, envia-nos um vídeo onde Don Renato perora sobre a criação do novo Estado recem criado.


DON RENATO DE HOLENZOLERN GARDEN GOTHA FUNCHALENSIS ,PRINCIPE DA PONTINA, EM POSE DE ESTADO

Pede-nos ainda aquele diplomata ,que a TRANCA divulgue em 1º. mão, que o Principado pretende realizar já no mês de Setemmbro o I Raly Internacional de Formula 1, que espera venha a ser tão famoso , como o seu primo de Monte Carlo, e que passe a fazer parte do elenco dos Grandes Prémios a contar para o Campeonato do Mundo da Formula 1.


NESTA FOTO TIRADA FURTIVAMENTE PODE VÊR-SE AO LONGE O ILHEU, AGORA TORNADO PRINCIPADO INDEPENDENTE.

a 19 de Julho de 1870, foi promulgada a DOGMÁTICA PASTOR AETENUS, ou DOGMA DA INFALIBILIDADE PAPAL

.
Dogma Infalibilidade papal


Na teologia católica, a infalibilidade papal consiste no dogma que afirma que o Papa, quando delibera e define (clarifica) solenemente algo em matéria de fé ou moral (os costumes), ex cathedra [1], está sempre correcto. Isto porque a Igreja Católica acredita que, na clarificação solene e definitiva destas matérias, o Papa goza de assistência sobrenatural do Espírito Santo, que o preserva de todo o erro.

O uso da infalibilidade é restrito somente às questões e verdades relativas à fé e à moral (costumes), que são divinamente reveladas ou que estão em íntima conexão com a Revelação divina. Uma vez proclamadas e definidas solenemente, estas matérias de fé e de moral transformam-se em dogmas, ou seja, em verdades imutáveis e infalíveis que qualquer católico são obrigados a aderir, aceitar e acreditar de uma maneira irrevogável . Logo, a consequência da infalibilidade é que a definição ex catedra dos Papas não pode ser revogada e é por si mesma irreformável.

As declarações de um Papa em ex cathedra não devem ser confundidas com ensinamentos que são falíveis, como uma bula. Até a atualidade, a ex cathedra foi utilizado uma única vez pelo Papa Pio XII, em 1950, para declarar o dogma da Assunção de Maria. O dogma da infalibilidade papal foi explicitado e clarificado na Constituição Dogmática Pastor Aeternus, sobre o primado e infalibilidade do Papa, promulgada pelo Concílio Vaticano I. A Constituição foi promulgada na Quarta Sessão do Concílio, em 19 de julho de 1870, pelo Papa Pio IX.



A parte dispositiva do documento tem o seguinte teor:

O Romano Pontífice, quando fala "ex cathedra", isto é, quando no exercício de seu ofício de pastor e mestre de todos os cristãos, em virtude de sua suprema autoridade apostólica, define uma doutrina de fé ou costumes que deve ser sustentada por toda a Igreja, possui, pela assistência divina que lhe foi prometida no bem-aventurado Pedro, aquela infalibilidade da qual o divino Redentor quis que gozasse a sua Igreja na definição da doutrina de fé e costumes. Por isto, ditas definições do Romano Pontífice são em si mesmas, e não pelo consentimento da Igreja, irreformáveis.

Além do Papa, quando ele fala ex cathedra, goza também de infalibilidade o episcopado católico pleno, em união com o Papa, que é a cabeça do episcopado, mas só quando reunido em concílio ecuménico; ou quando, disperso em toda a Terra, o episcopado ensina e promove uma verdade de fé ou de costumes professada e sustentada já por toda a Igreja Católica.

A Igreja Católica acredita no dogma da infalibilidade papal porque ela, governada pelo Papa em união com os seus Bispos, professa que ela é o autêntico "sacramento de Jesus Cristo, a Verdade em pessoa e Aquele que veio trazer as verdades fun­da­mentais" à humanidade para a sua salvação . A Igreja Católica acredita também que este dogma é o "efeito concreto" da "promessa de Cristo de preservar a sua Igreja na verdade" .

Malformações de espírito

.

Para a igreja, a pílula do dia seguinte já é aborto,
A punheta é homicídio prematuro ou premeditado?
E o sexo oral? Será canibalismo?
Então, podemos considerar o coito interrompido como abandono de menor?
E o que dizer do preservativo (camisinha)? Por acaso seria homicídio por sufocamento?
Tudo se pode esperar quando Ratzinger..é Papa!!!

sábado, julho 18, 2009

preliminares

.
Gislaine era uma caipirinha deliciosa de 17 anos, ainda virgem.
João Gafanhoto era o cara mais tarado da região, que vivia convidando
a moça pra ir pra cama, pro sofá, pro mato, pra qualquer lugar, desde
que fosse pra fazer sexo.
Certo dia ela finalmente concordou e os dois foram pra uma moita,
atrás da casa da moça. Mas, como não sabia nada sobre o assunto, ela
pediu instruções:
- Ai, Jão... Cumé qui é esse negócio de sexo?
- Simpres, Gislaine! E é bão dimais, sô!
- Mas como que eu faço? Me explica, homi!
- Primero você levanta a saia!
- Assim? - disse a gostosona, mostrando a calcinha.
- Hummm! Isso memo, Gislaine! Assim memo, sô!
- I agora?
- Agora você baixa a calcinha! - disse ele, excitadíssimo.
- E agora, Jão?
- Hummmm... ?... Agora agacha e mija que tem seu pai olhando prá nóis
com uma espingarda na mão.

sexta-feira, julho 17, 2009

ELES DISSERAM

.
Se Santana voltar ao palco, depois de tudo o que protagonizou, fica de novo certificado que os sistemas políticos mais perfeitos têm fraquezas inacreditáveis
(J.BRITO)
.
As mulheres não querem saber o que pensas, quErem ouvir o que elas pensam, mas numa vozmais grave
(BILL COSBY)
.
As democracias não são perfeitas, também produzem os seus excrementos, em Portugal produziram o Alberto João Jardim.
(FERNANDO SEQUEIRA)
.
O "homunculus madeirensis" há já muito deixou de ser uma simples vergonha partidária.
É uma vergonha nacional.
Lideranças cobardes como a actual, sempre o permitiram, houve até um, que após ser tratado por Sr Silva, foi ao beija-mão prestar vassalagem a quem só regurgita alarvidades
(J.FAUSTINO)

a 17 de Julho de 1936, deflagra a GUERRA CIVIL ESPANHOLA

.
Guerra Civil Espanhola
Data 17 de julho de 1936 – 1 de abril de 1939
Local Península Ibérica, Marrocos, Saara, Canárias, Baleares, Guiné Equatorial e Mar


Intervenientes
Segunda República Espanhola
União Soviética
Brigadas Internacionais Espanha Nacionalista
Corpo Truppe Volontarie
Legião Condor



A chamada Guerra Civil Espanhola foi um conflito bélico deflagrado após um fracassado golpe de estado de um setor do exército contra o governo legal e democrático da Segunda República Espanhola. A guerra civil teve início em 17 de julho de 1936 e terminou em 1° de abril de 1939, com a vitória dos rebeldes e a instauração de um regime ditatorial de caráter fascista, liderado pelo general Francisco Franco.

[editar]
O século XIX espanhol foi um período especialmente conflitivo, com lutas entre liberais e absolutistas, entre membros rivais da Casa de Bourbon (isabelinos e carlistas), e mais tarde entre monarquistas e republicanos, sobre o pano de fundo da perda das colônias americanas e filipinas.

A economia espanhola teve um crescimento rápido desde o final do século XIX até ao início do século XX. Em especial, as indústrias mineiras e metalúrgicas lucraram e expandiram-se enormemente durante a Primeira Guerra Mundial, fornecendo insumos a ambos os lados.

Entretanto, os resultados desse crescimento não se refletiram em mudanças nas condições sociais. A agricultura, sobretudo na Andaluzia, continuou em mãos de latifundiários, que deixavam grandes extensões de terra sem cultivar. Somava-se a isto a forte presença da Igreja Católica, que se opunha às reformas sociais e se alinhava aos interesses da elite agrária. Finalmente, a monarquia espanhola apoiava-se no poder militar para manter o seu regime. O fim da monarquia e o advento da república, em 1931, em nada mudou esta configuração política básica, com a agravante de que Igreja e Exército se mantiveram monárquicos e as tentativas de golpe tornaram-se constantes.

Com o crescimento da economia, cresceu também o movimento operário. Após a fundação da primeira sociedade operária em Barcelona (1840), o movimento cresceu e se espalhou pelo país. Desde o início, e principalmente na Catalunha, a principal região industrial de Espanha, o anarquismo tornou-se a tendência política mais difundida entre os operários. A principal confederação sindical, a CNT (Confederación Nacional del Trabajo), sob influência anarcossindicalista, recusava-se a participar na política partidária.

O choque entre classes é freqüente e violento. Desde o fim do século XIX até o início do século XX, grupos de extermínio, como o Sindicato Libre, procuram suprimir os sindicatos através do assassinato dos seus principais militantes. Do outro lado, grupos de militantes sindicalistas, como o famoso Nosotros, também assassina religiosos e industriais suspeitos de apoiar o Sindicato Libre. Insurreições armadas, tanto de direita como de esquerda, ocorrem com regularidade.

O fim da monarquia, a eleição da Frente Popular e o golpe
Com a renúncia do ditador Primo de Rivera após uma onda de escândalos de corrupção, o rei Alfonso XIII procurou restaurar o regime parlamentar e constitucional. Foram convocadas eleições municipais em Abril de 1931 e, embora os monarquistas tivessem sido vitoriosos, os republicanos conquistaram a maioria nas grandes cidades. Prevendo uma guerra civil, o rei Alfonso XIII prefere abdicar e é proclamada a Segunda República.

Novas eleições são convocadas para compor uma assembléia constituinte em Junho, que institui a separação entre Igreja e Estado. Por este motivo, Alcalá Zamora, chefe do governo provisório, abdica.

Novas eleições acontecem em Dezembro de 1931, nas quais a esquerda sai vitoriosa. Alcalá Zamora é eleito presidente da República e encarrega Manuel Azaña de organizar um governo. O governo da República não consegue avançar na resolução da questão das autonomias regionais, nem no encaminhamento da questões agrária e trabalhista. Na questão religiosa, a governo Azaña cedeu moderadamente ao espírito anticlerical que predominava no parlamento, através da dissolução da Companhia de Jesus na Espanha, ficando preservadas as demais ordens religiosas, que no entanto foram proibidas de dedicar-se ao ensino. Comprimido entre a direita e a Igreja - que viam a laicização do Estado e da educação de maneira muito negativa - e a esquerda e os anarquistas - os quais consideravam as mesmas reformas insignificantes - o governo Azaña é incapaz de agradar a população.

Como economia predominantemente agrário exportadora, a Espanha havia sido pouco atingida pela Crise de 1929: o desemprego era pequeno e o salário médio por dia trabalhado havia aumentado significativamente nos primeiros anos da Segunda República. Este aquecimento da economia aguçava as tensões sociais já existentes, e com elas a aguda divisão político-ideológica da sociedade, que já vinha do século anterior.

Em maio de 1931, os anarquistas incendiaram a Igreja dos Jesuítas na Calle de la Flor, no centro de Madrid. Em agosto de 1932, o general monarquista Sanjurjo tenta dar um golpe, mas fracassa. Condenado à morte, é depois indultado, continuando a conspirar na prisão.

Em 1933, a recusa dos anarquistas em dar apoio aos partidos de esquerda e sua propaganda pela "greve do voto" permitem a vitória eleitoral da direita, representada pela Confederação das Direitas Autônomas (CEDA) de José Maria Gil Robles. Segue-se uma insurreição da esquerda, que foi mal sucedida em toda a Espanha, menos nas Astúrias, onde os operários dominaram Gijón por 13 dias. Este evento ficou conhecido como Comuna das Astúrias.

Com milhares de militantes feitos prisioneiros, os anarquistas decidem apoiar a esquerda nas eleições de 1936. Espera-se que o novo governo lhes conceda anistia. A esquerda vence em 16 de Fevereiro, com 4.645.116 votos, contra 4.503.524 da direita e 500 mil votos do centro, mas as particularidades do sistema eleitoral - que favorecia as maiorias - dão à esquerda a maioria das cadeiras no parlamento.[1]

Alcalá Zamora encarrega Azaña de formar um governo. Em maio de 1936, Alcalá Zamora é destituído e Azaña assume a Presidência da República, tendo como seu primeiro-ministro o socialista Largo Caballero. A direita então lança-se a preparar um golpe militar que se concretiza em 17 de Julho.

QUE GOLO!!!

.


Assisti a este fantástico golo do Carlos Alberto, na final do campeonato do mundo de 1970, na velha sala de convívio do 7º.andar do edificio 25, do Aeroporto.

Tinha apenas 4 meses de companhia quando se disputou o Mundial do México 1970, estava no horário "quatro-meia noite" e se bem me recordo estava de serviço com o Fiuza, o Cabrita, o Serrão e mais alguém que me não recordo.

O Brasil venceu a Itália e foi tricampeão do mundo.

No dia 21 de junho de há quase 40 anos Brasil e Itália mediram forças no México, na que foi considerada por muitos a melhor final da história dos Mundiais.


O placar final foi de 4 a 1 para o Brasil. Os quatro gols brasileiros foram marcados por Pelé, Gérson, Jairzinho e Carlos Alberto, enquanto que para a Itália marcou Roberto Boninsegna.


Pelo Brasil jogaram aquela história partida no Estádio Azteca :Félix; Carlos Alberto, Brito, Piazza, Everaldo, Clodoaldo, Gérson, Jairzinho, Tostão, Pelé, Rivelino. Pel Itália jogaram Albertosi; Cera, Burgnich, Bertini (Juliano), Rosato, Facchetti, Domenghini, Mazzola, de Sisti, Boninsegna (Rivera), Riva.

preliminares

.
Uma mulher está na cama com o amante quando ouve o marido chegar. Vai logo
recomendando ao amante: - Depressa, fique em pé ali no canto.
Rapidamente, ela cobre o corpo do amante com óleo e sapeca talco por cima,
acrescentando:
- Não se mexa até eu mandar. Finja que é uma estátua. Eu vi uma igualzinha
na casa dos Almeida! Nisso, o marido entra e pergunta: - O que é isto?
Ela, fingindo naturalidade:
- Isso? Ah, é só uma estátua. Os Almeida botaram uma no quarto deles. Gostei
tanto que comprei esta igual para nós! E não se falou mais da estátua.
Às duas da madrugada, a mulher já está dormindo e o marido ainda vendo
televisão. De repente, o marido se levanta, caminha até a cozinha, prepara
um
sanduíche, pega uma latinha de cerveja e vai para o quarto. Ali, se dirige
para a estátua e diz:
- Toma! Come e bebe alguma coisa, seu filho da puta! Eu fiquei dois dias,
que nem um idiota, no quarto dos Almeida e nem um copo de água me
ofereceram.

quinta-feira, julho 16, 2009

frase do dia

.
"ERA UM PAÍS TÃO PEQUENINO, TÃO PEQUENINO QUE QUANDO ALGUÉM IA LÁ FORA FUMAR INVADIA O PAÍS VIZINHO"

NA SILY SEASON, O PALHAÇO DO COSTUME

.


O nosso país arrisca-se a ser conhecido pelo único país da Europa a ter um palhaço num lugar de Poder Público.

Já vai sendo tempo de evitar continuarmos a ser o motivo de riso pelos corredores de Bruxelas, e de assumir uma vez por todas que aquela "coisa" tem de ser internado, pois tem um problema de saude mental irreversível.
O "cromo" é bipolar, salta da asneira para o disparate sem se conseguir conter.
Temos porém de definir uma vez por todas se o consideramos ininputável ou palhaço. Se nos decidirmos pela segunda hipótese ,metemos-lhe um nariz vermelho e tiramo-lo qualquer cargo de decisão política ,pois, suas tolices são pagas com o dinheiro dos contribuintes, que somos nós.

ALMOÇO DE 30 DE JULHO

.
SOBRE O NOSSO ENCONTRO DESTE MÊS
QUE VAI TER LUGAR EM 30 DE JULHO



Pensámos realizar este mês o nosso almoço no Clube TAP, por ser perto dos nossos companheiros que estão no activo, na esperança que alguns pudessem estar presentes, ainda que só no seu período do almoço.
Fizemos uma pequena sondagem através da nossa colega Antónia, mas constatou-se que a esmagadora maioria se encontra de férias nessa altura, fóra de Lisboa.

Assim sendo, decidiu-se por fazer essa tentativa lá para Outubro ou Novembro, pelo que o almoço deste mês irá ter lugar num restaurante em Benfica.

A TRANCA reproduz aqui um email da Dina, que centralizará as "reservas" deste mês.

"Caríssimos e caríssimas, este mês o nosso repasto vai ter lugar em Lisboa. Como não faço ideia de quantos estarão presentes precisava que me enviassem mails ou telefonassem dizendo se irão comparecer.
Há um restaurante em Benfica, muito simpático e com muito boa comida mas que não é muito espaçoso.
Como estamos em Julho e há pessoas de férias não sei se teremos muitas adesões.
Fico esperando vossas confirmações.
Beijocas.
Dina
"

Nota: Estando agora a TRANCA a ser lida em todo o mundo
recebemos já a reserva da Angelina Jolie e de Paris Hilton,,,

RAMIRES

.

RAMIRES CHORA A DERROTA DO BENFICA, PERDÃO, DO CRUZEIRO ESTA MADRUGADA

O Cruzeiro perdeu esta madrugada com o Estudiantes de La Plata (1-2), na final da copa

CAPA DA TRANCA 28


UMA CAPA DE AUTORIA DO MÁRIO FILIPE

quarta-feira, julho 15, 2009

FESTA DO 2º.ANIVERSÁRIO DO MUSEU BERARDO

.
ESTA NOITE O MUSEU BERARDO
NÃO FECHA, A FESTA POR LÁ
CONTUINUA

O Museu Colecção Berardo começou, esta quarta-feira à noite, pelas 19h00, a festa de celebração do seu segundo aniversário, com entrada gratuita. A «festa de 24 horas, que apela a todos os sentidos dos visitantes», só termina quinta-feira ao final da tarde. Quem passar pelo Centro Cultural de Belém (CCB) tem muitas surpresas a descobrir.

Os primeiros visitantes puderam degustar de um gaspacho volante e, ao mesmo tempo, ouvir o Grupo Coral dos Mineiros de Aljustrel. Um grupo de

várias gerações que canta e encanta há 85 anos. O público, alguns conhecedores, outros nem tanto, «gostaram e aplaudiram», disse António, uma das vozes do grupo.

Sugira uma nova regra para o museu

A viagem «pela festa» parece não ter fim, num roteiro que apresenta aos visitantes diversas actividades. Uma das que atrai mais atenção é sem dúvida «Where Art You?»: uma grande parede com balões em branco, convida as pessoas a participarem na dinâmica de funcionamento do museu. O público deverá escrever, em cada balão, uma sugestão para uma nova regra a aplicar no espaço cultural.

A 15 DE JULHO, nasceu D.ESTEFÂNIA,

.
Estefânia de Hohenzollern-Sigmaringen

Casa Real Hohenzollern-Sigmaringen
Pai Carlos António de Hohenzollern
Mãe Josefina de Baden

Dona Estefânia Josefa Frederica Guilhermina Antónia de Hohenzollern-Sigmaringen (Krauchenwies, 15 de Julho de 1837 — Lisboa, 17 de Julho de 1859) foi a rainha consorte de D. Pedro V de Portugal.

Seu nome completo, em alemão, era Stephanie Josepha Friederike Wilhelmine Antonia von Hohenzollern-Sigmaringen.


Nascida no Castelo de Krauchenwies, Estefânia era a filha mais velha de Carlos António, príncipe de Hohenzollern, e da princesa Josefina de Baden. Teve cinco irmãos, entre os quais estavam aquele que viria a ser o primeiro rei da Romênia da dinastia Hohenzollern, Carlos I, e a mãe de Alberto I da Bélgica, Maria Luísa, a condessa de Flandres.

Recebeu, naturalmente, educação católica.

Quando Estefânia tinha onze anos, seu pai abdicou seus direitos ao principado em nome do rei da Prússia, e mudou-se com a família para o Palácio de Jägerhof, em Dusseldorf, onde ela cresceu .

Casamento

O casamento foi feito por procuração em 29 de Abril de 1858, na Igreja de Santa Hedwig em Berlim. O conde de Lavradio foi responsável pelo contrato do matrimónio. Em 3 de Maio, D. Estefânia partiu de Düsseldorf, chegando de comboio em Ostende, de onde embarcou no barco a vapor "Mindelo" a Plymouth, Inglaterra. A corveta "Bartolomeu Dias" estava à sua espera para partir à sua nova pátria.

A princesa Estefânia chegou à barra do Tejo no dia 17 de Maio de 1858, a bordo da corveta "Bartolomeu Dias". O pintor João Pedroso retratou sua chegada, e hoje o quadro está presente no Palácio Nacional da Ajuda[. No dia seguinte, em 18 de Maio, na Igreja de São Domingos, em Lisboa, a princesa Estefânia casou-se com o rei D. Pedro V, tornando-se assim rainha consorte de Portugal.

Eles passaram sua lua-de-mel em Sintra.
D. Pedro V, para impressionar sua consorte, não poupou despesas com a decoração dos aposentos de D. Estefânia, no Palácio das Necessidades. Mandou vir de Paris móveis, candeeiros, carpetes e tecidos para estofos e cortinados.

Bela e instruída, D. Estefânia escreveu cartas íntimas à sua mãe em francês. Em uma delas, ela critica a alta sociedade portuguesa: "Os portugueses têm o sentido do luxo e da pompa, mas não o da dignidade"]. Embora tivesse sentido saudades das margens do Reno e não gostado do calor e da aridez de Lisboa, D. Estefânia escreveu que apreciara Sintra e Mafra.

Caridade

Juntamente com o marido, Estefânia fundou diversos hospitais e instituições de caridade, o que lhe granjeou uma grande aura de popularidade entre os portugueses de todos os quadrantes políticos e sociais.

O Hospital de Dona Estefânia, em Lisboa, foi assim chamado em sua honra.


Morte
Decorrido pouco tempo depois de seu casamento de um ano, a rainha faleceu aos vinte e dois anos de idade, vítima de difteria. A doença teria sido contraída durante uma visita a Vendas Novas[.

A morte de D. Estefânia deixou grandemente consternado não só o rei, como também o povo em geral, que por ela desenvolvera um grande afeto. Devido à sua morte precoce, o casal não teve quaisquer filhos.

Estefânia jaz no Panteão dos Braganças, no Mosteiro de São Vicente de Fora, em Lisboa.

O rei viúvo faleceu dois anos mais tarde, de febre tifóide.

gente nossa - AZEVEDO E DANI



O AZEVEDO E O DANI.

preliminares

.
Um bêbado morre e vai para o Inferno. Chegando lá, encontra o Diabo e pergunta-lhe:
- Onde é que param as mulheres?
- Mulheres??!! - Exclama o Diabo - Aqui não há mulheres !!
E diz o bêbado:
- Olha...olha...Não há mulheres!!!! Vais dizer-me que esses cornos te saíram numa rifa...??!!

terça-feira, julho 14, 2009

os nossos artistas


MAIS UM TRABALHO DE ZÉ CARLOS CARVALHO

Retrato do que seria um colega do RC ,após 2 anos de trabalho, a ser visto ao Raio X...

JOANA VASCONCELOS

.
RECENTEMENTE, UM TRABALHO DE
JOANA VASCONCELOS O JÁ FAMOSO
"CORAÇÃO INDEPENDENTE DOURADO",

FOI ARREMATADO NA CHISTIE'S DE
LONDRES POE 192 MIL EUROS...


QUEM É JOANA VASCONCELOS?

Joana Vasconcelos


Joana Vasconcelos (Paris, 8 de Novembro de 1971) é uma artista plástica portuguesa contemporânea, considerada como uma das mais marcantes da última década. Formou-se no AR.CO, em 1996. Trabalha frequentemente com a escultura e a instalação. A sua

mais famosa obra, Nectar pertence à Colecção Berardo e está exposta no Museu Colecção Berardo, instalado no CCB. Muitos dos seus trabalhos estão patentes em colecções privadas europeias. Na Bienal de Veneza, em 2005, a artista representou Portugal com A Noiva. Já ganhou diversos prémios, incluindo o concurso do Museu Berardo.

Em Fevereiro de 2008 inaugurOU na Pinacoteca de São Paulo, o projecto "Contaminação", descrito como "um corpo têxtil, colorido, disforme e tentacular".

Em junho de 2009, uma das suas obras intitulada "Coração Independente Dourado" foi vendido em Londres por 192 mil euros.A peça foi arrematada por uma coleccionadora britânica anónima, que a emprestará ao Museu Berardo, em Lisboa.

Obras
Flores do meu desejo
Cama Valium
Néctar
Ouro sobre azul
Independent Heart
A noiva, 2001
Santiago de Compostela (escultura)
Barco da Mariquinhas, 2002
Pega, 2002
Blup, 2002
Nécessaire, 2003
Filtra, 2003
Valquíria', 2004
Vigoroso e poderoso, 2006-2007
Jóia do Tejo, 2008

Prémios
Prémio Fundo Tabaqueira Arte Pública (2003)
Inclusão de mais uma obra sua no Museu Colecção Berardo, após vencer o concurso lançado pela instituição

concursos de crianças

.

a 14 de Julho nasceu GUSTAV KLIMT

.
Gustav Klimt


Gustav Klimt (Baumgarten, Viena, 14 de Julho de 1862 - Viena, 6 de Fevereiro de 1918) foi um pintor simbolista austríaco.



Em 1876 estudou desenho ornamental na Escola de Artes Decorativas. Associado ao simbolismo, destacou-se dentro do movimento Art nouveau austríaco e foi um dos fundadores do movimento da Secessão de Viena, que recusava a tradição académica nas artes, e do seu jornal, Ver Sacrum. Klimt foi também membro honorário das universidades de Munique e Viena. Os seus maiores trabalhos incluem pinturas, murais, esboços e outros objetos de arte, muitos dos quais estão em exposição na Galeria da Secessão de Viena.

Biografia
Klimt foi o segundo dos sete filhos de Ernst Klimt (1832-1892), gravador de profissão, pertencente a uma família de agricultores da Boêmia, e de Anna (Flinster) Klimt (1836-1915), natural de Viena. Seus irmãos eram Klara (1860 – 1937), Ernst (1864- 1892), Hermine (1865 – 1938), Georg (1867 – 1931), Anna (1869 – 1874) e Johanna (1873 – 1950).[1]

Formação
Após concluir os estudos na “Escola Primária do VII bairro vienense”, Klimt é admitido, aos 14 anos, na "Escola das Artes Decorativas", ligada ao "Museu Austríaco Imperial e Real de Arte e Indústria de Viena", [2] onde foi aluno de Michael Rieser, Ludwig Minnigerode e Karl Hrachowina. Klimt adquiriu a prática de desenho ornamental, além de cursos sobre a teoria de projeções, perspectiva, teoria do estilo e outros temas que acompanhavam as aulas práticas. Em seguida, freqüentou a aula especializada de pintura de Ferdinand Laufberger e, após a morte deste (1881), a de Julius Vicktor Berger, ligado a Hans Makart.

Dois dos irmãos de Klimt, Ernst e Georg, realizaram trabalhos para ele e também se formaram na Escola de Artes Decorativas. [3] A formação na pintura e no desenho a partir do "original histórico" e dos "métodos de cópias naturalistas", constituíam, até então, a base do curso. O trabalho de admissão de Klimt na Escola de Artes Decorativas, foi um desenho, segundo um molde de gesso, de uma cabeça feminina da Antiguidade.

Carreira
Klimt foi o único aluno da Escola das Artes Decorativas, no século XIX, que conseguiu dar início a uma grande carreira artística, impulsionado pelos seus professores e pelo diretor do Museu, Rudolf von Eitelberger. Michael Rieser utilizou seus serviços, bem como o de Franz Matsch (1861–1942) e do seu irmão Ernst, para os vitrais da "Igreja Votiva" – o primeiro grande edifício da "era da Ringstraße". [4]

Klimt, Ernst e Matsch fundaram a Künstlercompagnie (Companhia dos Artistas), aproveitando-se do boom da construção. Através da empresa Fellner und Hellmer, especializada na construção de teatros, a Companhia dos Artistas conseguiu trabalhos.

Mesmo depois de formados, Klimt, Ernst e Matsch, continuaram ligados à Escola. Uma carta dos três dirigida ao diretor do Museu (1884), reforça o desejo de serem contratados para grandes empreendimentos (demonstração de que Klimt tentou afirmar-se no mundo da arte historicista), principalmente na sua cidade natal: "(...)Os trabalhos que até agora realizamos foram... na sua maioria, para a província e o estrangeiro; o nosso maior desejo seria, por conseguinte, executar um trabalho importante na nossa cidade natal e teríamos talvez agora a oportunidade visto que as novas construções monumentais de Viena se aproximam do seu termo. De certo, a sua decoração pictórica vai ser exclusivamente atribuída segundo as partes mais importantes, ocupando, consequentemente, apenas os melhores artistas(...)".[5]

O desejo de trabalhar na Ringstraße foi realizado (1886-1888). A Companhia trabalhou em quadros de tetos das escadarias do Teatro Imperial. Na época, Klimt criou os quadros A Carroça de Téspis, O Teatro do Globo em Londres, O Altar de Dionísio, O Teatro de Taormina e O Altar de Vênus. A decoração das imponentes escadarias do Museu da História da Arte, estava destinada a Hans Makart. Com a sua morte, a Companhia dos Artistas foi contratada para a conclusão: pintura dos quadros dos cantos e dos intercolúnios (espaços de pintura entre as colunas).

As duas obras – a segunda, inicialmente destinada a Hans Makart, deveria se manter fiel ao modelo histórico – confrontaram Klimt com o "optimismo e a crença no progresso da burguesia liberal". Klimt colaborou com a decoração do Teatro Imperial e, também sob encomenda, fez o seu retrato. Em 1887, a Companhia é contratada pela Câmara Municipal de Viena para pintar o interior do antigo Teatro Imperial. Ao final dos trabalhos, Klimt é premiado com a "Cruz de Mérito de Ouro" (1888), pelos seus trabalhos nas escadarias do Teatro Imperial. Foi um momento importante para Klimt. O quadro [6] contribuiu para a obtenção do reconhecimento da sociedade vienense, sem, entretanto, seduzir Klimt a alinhar-se com a elite cultural que se intitulava, pouco antes da virada do século, como a verdadeira responsável pelo progresso material e cultural (Optimismo cultural da burguesia liberal).[

segunda-feira, julho 13, 2009

O CLÃ GUEDES VAZ EM CASTRO VERDE



Passaram hoje aqui por Castro Verde, os Guedes Vaz.
Não, não foi só o José Manuel Guedes Vaz, veio também a família ,a mulher, o Pedro (também nosso colega), e a sogra.

Entradas começa a estar no mapa devido à excelência dos seus restaurantes, e foi aí que almoçaram. Desta vez um belo almoço no "Celeiro".

Aqui em Castro foram recebidos pela TRANCA (??!!) no Jardim do Padrão onde foram trocadas figurinhas, se relembraram estórias antigas, e se cortou na pele do senhor Prior por não ter a porta da Basilica aberta.

No final aqui o escriba, agora provinciano assumido, congratulou-se por receber gente da cidade grande, a trazer novas de engarrafamentos e businadelas, de que tantas saudades tem....!!!!

O IMPÉRIO OTOMANO

.
Império Otomano

↓ 1299 – 1922 →
Capital Söğüt (1299–1326)
Bursa (1326–1365)
Edirne (1365–1453)
Constantinopla (1453–1922)

Língua oficial Turco-otomano
Governo Monarquia
Sultões da Dinastia Otomana
• 1299-1326 Osman I
• 1918-1922 Mehmed VI
Grão-Vizir
• 1320-1331 Alaeddin Pasha
• 1919-1919 Damat Ferid Pasha
• 1920-1920 Damat Ferid Pasha
• 1920-1922 Ahmed Tevfik Pasha


O Império Otomano (دولت عالیه عثمانیه, transl. Devlet-i Âliye-yi Osmâniyye em turco otomano) foi um Estado que existiu entre 1299 e 1922 e que no seu auge compreendia a Anatólia, o Médio Oriente, parte do norte de África e do sudeste europeu. Foi estabelecido por uma tribo de turcos oguzes no oeste da Anatólia e era governado pela dinastia Osmanlı.

Em círculos diplomáticos, muitas vezes, fazia-se-lhe referência como "Sublime Porta" ou simplesmente como "A Porta", devido à cerimónia de acolhimento com que o sultão agraciava os embaixadores, à entrada do palácio.

Fundado por Osman I (em árabe Uthmān, de onde deriva o nome "otomano"), nos séculos XVI e XVII o império constava entre as principais potências políticas da Europa e vários países europeus temiam os avanços otomanos nos Balcãs. No seu auge, no século XVII, o território otomano compreendia uma área de 11.955.000 km² e estendia-se desde o estreito de Gibraltar, a oeste, até o mar Cáspio e o golfo Pérsico, a leste, e desde a fronteira com as atuais Áustria e Eslovênia, no norte, até os atuais Sudão e Iêmen, no sul.

Sua capital era a cidade de Constantinopla, tomada ao Império Bizantino em 1453. O Império Otomano foi a única potência muçulmana a desafiar o crescente poderio da Europa Ocidental entre os séculos XV e XIX. Declinou marcadamente ao longo do século XIX e terminou por ser dissolvido após sua derrota na Primeira Guerra Mundial. Ao final do conflito, o governo otomano desmoronou e o seu território foi partilhado. O cerne político-geográfico do império transformou-se na República da Turquia, após a guerra de independência turca.

A partir de 1517, o sultão otomano era também o Califa do Islão, e o império otomano era entre 1517 e 1922 (ou 1924) o sinónimo de Califado, o Estado Islâmico. O auge do Império Otomano foi durante o governo de Solimão, o Magnífico, no qual seus exércitos chegaram às portas de Viena, e Constantinopla foi transformada em capital cultural e política. Durante este breve período, o Califado atingiu sua máxima extensão, estendendo-se do Atlântico até Oceano Índico; do norte do Sudão até o sul da Rússia. Foi também durante o seu governo que ocorreu a Batalha de Rodes, Batalha de Tabriz, Batalha de Málaca, Batalha de Manila e o Cerco de Viena.

domingo, julho 12, 2009

JULIAN BEAVER



Para os curiosos que não entendem a técnica artística do inglês Julian Beaver, ele cria imagens 100% planas com giz e as transforma em 3-D através da arte de morphing. As imagens aparentemente anamórficas olhadas a partir do ângulo correto desafiam as leis da perspectiva.

preliminares

.
Um velho fazendeiro tinha um bonito lago na sua enorme fazenda.
Depois de muito tempo sem ir ao local, decidiu dar uma olhada geral
para ver se estava tudo em ordem.
Pegou num balde para aproveitar o passeio e trazer umas frutas
existentes no caminho.
Ao aproximar-se do lago, escutou vozes femininas, animadas, divertindo-se.
Chegando mais perto, avistou um grupo de jovens mulheres banhando-se,
completamente nuas.
Ele fez-se presente e, com isso, todas fugiram para a parte mais funda
do lago, mantendo somente a cabeça fora d'água.
Uma das mulheres gritou:
-Não sairemos enquanto o senhor não for para bem longe!
O velho respondeu:
-Eu não vim até aqui para as ver a nadar ou a sairem nuas do lago!
Levantando o balde, ele disse:
-Eu só vim dar comida ao jacaré

gente nossa

.


Esta imagem já tem quase 4 anos.
Foi captada na sala do back office e poucos dias antes do Viana sair ,o Augusto ainda ficaria mais uns tempos.
A Rita Chemela, a dar os primeiros passos entre nós, estava ainda no Back Office, como se sabe, agora pertence à equipa da Europa 1.
A Susana é a única que permanece .

sábado, julho 11, 2009

MORANDO NA PAREDE NO RIO DE JANEIRO

.

Os irmãos e artistas plásticos Tiago e Gabriel Primo tiveram uma ideia inusitada para exibir a arte deles. Simplesmente montaram uma casa em uma parede a dez metros de altura no Rio de Janeiro.

A casa conta até com móveis e decoração, como rede, cama e mesa. O objetivo dos artistas é aproximar obras artísticas ao grande público. E está realmente fazendo sucesso, tanto que eles pensam em dar uma festa com direito a DJ e tudo mais.

A obra ficará exposta no centro do Rio até o dia 20 de agosto. Interessante, não?

GENTE NOSSA

ACTUALIDADE

.

SENTENÇA...de 1487

.
Arquivo Nacional da Torre do Tombo

SENTENÇA PROFERIDA EM 1487 NO PROCESSO CONTRA O PRIOR DE TRANCOSO

(Autos arquivados na Torre do Tombo, Armário 5, Maço 7)

"Padre Francisco da Costa, prior de Trancoso, de idade de sessenta e
dois anos, será degredado de suas ordens e arrastado pelas ruas
públicas nos rabos dos cavalos, esquartejado o seu corpo e postos os
quartos, cabeça e mãos em diferentes distritos, pelo crime que foi
arguido e que ele mesmo não contrariou, sendo acusado de:

...ter dormido com vinte e nove afilhadas e tendo delas noventa e sete
filhas e trinta e sete filhos;

de cinco irmãs teve dezoito filhas;
de nove comadres trinta e oito filhos e dezoito filhas;
de sete amas teve vinte e nove filhos e cinco filhas;
de duas escravas teve vinte e um filhos e sete filhas;
dormiu com uma tia, chamada Ana da Cunha, de quem teve três filhas, da
própria mãe teve dois filhos.

Total: duzentos e noventa e nove filhos, sendo duzentos e catorze do
sexo feminino e oitenta e cinco do sexo masculino...

...tendo concebido em cinquenta e três mulheres".

[agora vem o melhor:]

"El-Rei D. João II lhe perdoou a morte e o mandou pôr em liberdade aos
dezassete dias do mês de Março de 1487, com o fundamento de ajudar a
povoar aquela região da Beira Alta, tão despovoada ao tempo, e mandou
arquivar os papéis da condenação
."

sexta-feira, julho 10, 2009

VAI UMA AJUDINHA?

.

DI STEFANO

.

LA SAETA RUBIA, O GENIAL DONO DA CAMISOLA 9 DO REAL QUE AGORA PASSA PARA RONALDO

GRIPE A

.
GRIPE A humana H1N1


43 PERGUNTAS E RESPOSTAS:

1 .- P: Quanto tempo pode durar o vírus vivo em uma superfície?
R: Até 10 horas.

2. -P: Qual a utilidade do álcool para limpar as mãos?
R: Deixa o vírus inativo e mata-o.

3 ..- Q: Qual é o meio mais eficaz de infecção deste vírus?
R: O ar não é a forma mais eficaz de transmissão do vírus, o fator mais importante para a fixação do vírus é a umidade, (revestimento do nariz, boca e olhos), o vírus não voa e não atinge mais de um metro distância.

4 .- Q: É fácil a infectar-se em aviões?
R: Não é um meio propício.

5 .- Q: Como posso evitar a infecção?
R:Não levar as mãos ao rosto, olhos, nariz e boca. Não ter contato com pessoas doentes. Lavar as mãos mais de 10 vezes por dia..

6 .- Q: Qual é o período de incubação do vírus?
R: Em média 5 a 7 dias e os sintomas aparecem quase que imediatamente.

7 .- Q: Quando você deve começar a tomar medicação?
R: Se tomada até 72 horas depois, as perspectivas são muito boas, a melhora é de 100%.

8 .- Q: Qual é a forma como o vírus entra no corpo?
A: Contato ao dar a mão ou beijar na bochecha. Ele penetra pelo nariz, boca e olhos.

9 .- Q: O vírus é letal?
R: Não, o que provoca a morte é a complicação da doença causada pelo vírus, que é pneumonia

10 ..- Q: Quais os riscos dos familiares de pessoas que morreram?
R: Elas podem ser portadoras e formam uma cadeia de transmissão.

11 .- Q: A água nas piscinas transmite o vírus?
A: Não, porque ele contém substâncias químicas e clorados

12 .- Q: O que faz o vírus para provocar a morte?
R: Uma cascata de reações, tais como insuficiência respiratória, a pneumonia grave é a causa da morte.

13 .- Q: Quando pode iniciar o contágio, mesmo antes ou só quando os sintomas ocorrem?
R: Desde que se tenha o vírus antes dos sintomas

14 .- Q: Qual é a probabilidade de recaída com a mesma doença?
R: 0%, pois fica-se imune ao vírus.

15 .- Q: Onde é que o vírus se encontra no meio ambiente?
R: Quando uma pessoa contagiada tosse ou espirra , o vírus pode permanecer em superfícies lisas, como portas, dinheiro, papéis, documentos, desde que haja

umidade. Uma vez que não se pode esterilizar o ambiente é extremamente recomendada higiene das mãos.

16 .- Q: Se eu for para um hospital particular podem cobrar-me o remédio?
R: Não, existe um acordo de não cobrar, porque o governo o está proporcionando a todas as instituições de saúde públicas e privadas.

17 .- Q: O vírus ataca mais os asmáticos?
R: Sim, esse pacientes são mais sensíveis, mas este é um germe novo, todos são igualmente suscetíveis.

18 .- Q: Qual é a população que este vírus está atacando?
R: 20 a 50 anos de idade.

19 .- Q: A máscara é útil para cobrir a boca?
R: Há algumas melhores do que outras, mas se você for saudável é contraproducente, pois o vírus, por seu tamanho, atravessa-a como se ela não existisse e

usando a máscara, é criado dentro da área do nariz e da boca um microclima úmido favorável ao desenvolvimento do vírus. Mas se você já está infectado,

melhor usá-la para evitar infectar outras pessoas, neste caso ela é relativamente eficiente.

20 .- Q: Posso fazer exercício ao ar livre?
R: Sim, o vírus não vai para o ar e não tem asas.

21 .- Q: Existe alguma vantagem em tomar vitamina C?
R: Não serve de nada para evitar a infecção por este vírus, mas ajuda a resistir aos sintomas.

22 .- Q: Quem está a salvo da doença ou quem é menos suscetível?
R: Não há ninguém a salvo, o que ajuda é a higiene dentro de casa, escritório, utensílios e não ir a lugares públicos.

23 .- Q: Será que o vírus se move?
R: Não, o vírus não tem nem pernas nem asas, só com um empurrão para entrar no interior do corpo.

24 .- Q: Os bichos de estimação podem propagar o vírus?
R: Este vírus não, talvez alguns outros vírus.

25 .- Q: Se eu for a um velório de alguém que morreu deste vírus posso infectar-me?
R: NÃO.

26 .- Q: Qual é o risco de mulheres grávidas com o vírus?
R: As mulheres grávidas têm o mesmo risco de qualquer pessoa, mas é por dois, elas podem tomar antivirais em caso de infecção, mas com rigorosa

supervisão médica.

27 .- Q: O feto pode ter lesões se uma mulher grávida é infectada por este vírus?
R: Não sabemos o que pode acontecer, pois é um vírus novo.

28 .- Q: Posso tomar ácido acetilsalisílico (aspirina)?
R: Não é recomendado, pode causar outras doenças, a menos que tenha sido receitado para problemas coronários, nesse caso, deve-se continuar.

29 .- Q: Existe alguma vantagem em tomar antivirais antes dos sintomas?
R: Não é bom.

30 .- Q: As pessoas com HIV, diabetes, aids, câncer, etc. podem ter mais complicações do que uma pessoa saudável, quando do contágio pelo vírus?
R: Sim.

31 .- Q: A gripe convencional poderia tornar-se Influenza A?
R: NÃO.

32 .- Q: O que mata o vírus?
R: O sol, mais de 5 dias no ambiente, o sabão, os antivirais específicos, o álcool gel.

33 .- Q: O que fazer para prevenir infecções, nos hospitais, para outros pacientes que não têm o vírus?
R: Isolamento

34 .- Q. O álcool gel é eficaz?
R: Sim, muito eficaz.

35 .- Q: Se eu sou vacinado contra a gripe sazonal eu estou segura?
R: Não serve de nada, ainda não há vacina para o vírus.

36 .- Q: Este vírus está sob controle?
A: Não totalmente, mas estão sendo tomadas medidas agressivas de contenção.

37 .- Q: O que acontece com a mudança de alerta 4 para 5?
R: Fase 4 não é diferente da fase 5, só significa que o vírus se propagou de pessoa a pessoa em mais de 2 países, e a fase 6, é que se propagou para

mais de 3 países.

38 ..- P. Quem foi infectado por este vírus e está saudável, é imune?
R: Sim.

39 .- Q: As crianças que têm tosse e constipações podem estar com a gripe A?
R: É pouco provável, as crianças são pouco afetadas.

40 .- Q: Quais medidas as pessoas que trabalham devem tomar?
R: Lave as mãos várias vezes ao dia.

41 .- Q: Eu posso pegá-lo ao ar livre?
R: Se as pessoas estão infectadas e tossem ou espirram perto de você, pode acontecer, mas o ar é um meio de pouco contágio.

42 .- Q: Pode você comer porco?
R: Sim você pode e não há risco de contágio.

43 .- Q: Qual é o fator determinante para saber que o vírus já está sob controle?
R: Embora a epidemia esteja controlada agora, no inverno boreal (hemisfério norte) pode retornar e provavelmente não haverá vacina ainda.